Primeira Feira Anarquista da Baixada Santista

Em 23 de agosto de 2014 a antiga “Barcelona Brasileira” recebeu a Primeira Feira Anarquista da Baixada Santista. No dia que completou 87 anos do assassinato dos anarquistas Sacco & Vanzetti, muitas reflexões sobre a violência do Estado no ontem e no hoje foram levantadas, situações concretas foram denunciadas e o anseio por mudança compartilhados entre compas.

Em um local de rearticulação do movimento Anarquista, a exitosa Feira, resultado de uma esforço coletivo, vem como um fôlego para seguir na construção de um novo mundo, desde as lutas cotidianas, nos “trabalhos de formiga”. O sentimento de solidariedade e apoio mútuo entre os coletivos de diversos lugares, através do encontro, prosas, olhares e abraços, nos faz perceber que não estamos sós nas inquietações e nas lutas.

A atividade aconteceu na Vila do Teatro, espaço ocupado e organizado pelo Movimento Teatral ao lado da rodoviária de Santos, o que facilitou muito a participação de compas de outras regiões, principalmente São Paulo. A infraestrutura do local também foi determinante para a organização do evento.

A Feira contou com atividades para crianças de todas as idades: Exibição do documentário “Libertários”; oficina de produção de livros (Imprensa Marginal); Contador de História (Laboratório de Educação Anarquista); Peça teatral “Uma Palhaçada Federal” (Os Panthanas); oficina “Desconstruindo o Herói”; debates “Editoras Anarquistas”, “Feminismo nos Meios Libertários”, “As Eleições numa Perspectiva Anarquista”, “Presxs Políticxs no Chile” (Coletivo Estrella Negra) & “Terrorismo de Estado” (Débora – Mães de Maio). No final da tarde rolou um Sarau com Mano Shabba, Ktarse, Revolta Popular & Pânico Brutal, além do Armando Poesia e Ruivo Lopes mandando ver nos versos. O encerramento ficou por conta da peça “Liberdade Prisioneira” (Carcará Voador).

Seguimos no fortalecimento da luta libertária!

Confira abaixo alguns registros em fotos e audio

Download Torrent | Lista dos arquivos

 

 

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*