Teatro na rua não tem poltrona! Tem alegria e tem povo.

Foto: Rádio da Juventude

Foto: Rádio da Juventude

Quem passou pela Praça dos Andradas (Santos) no final de ano de 2013 precisamente no dia (21) por volta das 19h e não estava com pressa, pôde conferir o “Alto de Natal dos Palhaços” do grupo de teatro Trupe Olho da Rua, além das apresentações de “Números Circenses” com os Panthanas e Circopatas e “Eu, migo e meu umbigo” com O Bando Pero No Mucho.

Foto: Rádio da Juventude

Foto: Rádio da Juventude

Sem poltrona, com alegria e muitas “criticas ácidas”, a primeira apresentação ficou por conta do grupo de teatro Trupe Olho da Rua, que com seu “Alto de Natal” provocou e questionou as armadilhas e mitos que compõem e são disseminados nesta data natalina, em que a maioria das pessoas são absorvidas pelo consumismo predatório e pelo simulacro de compaixão, amor e misericórdia que querendo ou não, senão abrirmos bem os olhos, tudo isso, só servirá a uma determinada finalidade social.  (mais isso é discussão pra outro dia).

Ao término da apresentação mais provocação, o grupo incendiou um Papel Noel de brinquedo e teve gente que se indignou com tal ato ultraje, mas ficou tudo bem. Agora, será mesmo ultraje? São palhaços e a função de um pícaro não seria essa?

Foto: Rádio da Juventude

Foto: Rádio da Juventude

Enfim, as apresentações que seguiram também cativaram a plateia trazendo toda interação e conectividade que somente o teatro feito na rua é capaz de proporcionar.

Pedacinho da peça;

Share

Uma ideia sobre “Teatro na rua não tem poltrona! Tem alegria e tem povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*