Ato de protesto, de comunicação, de luta e de solidariedade! Por um Macuco livre.

10252137_711630072232522_5645985469778470795_nO muro da Prefeitura de Santos amanheceu com esta arte de protesto, conhecida como “pichação”. A foto que postamos é do jornal A Tribuna, que divulgou a matéria intitulada “Contra a implantação do túnel, manifestantes picham Prefeitura de Santos”.

Na foto, a frase; Macuco Livre – refere-se à forma antidemocrática e autoritária como está colocado o projeto do túnel Santos/Guarujá, que irá desapropriar em torno de 150 famílias em Santos e no Guarujá 1224, no total; umas 4.000 pessoas perderão suas casas, a maior parte no Guarujá, por estarem em área de ocupação, daí, simplesmente não serão indenizadas.

Já houve audiências públicas em que tanto a comunidade do Macuco/Santos quanto da Prainha/Guarujá, repudiaram o projeto e exigiram transparência do Poder Público, pois ele está sendo feito de forma autoritária, ignorando a população – revelando-se apenas um projeto meramente econômico, que dá as costas para as questões sociais.

Sabe o que o poder público respondeu? Que o túnel vai sair do mesmo jeito.

Por isso, estes que usaram desta ferramenta de comunicação, de expressão e de arte, tão criminalizada e perseguida como é a pichação, estão de parabéns! Utilizaram a ferramenta de modo a levantar a discussão, a qual pertence a toda a sociedade, porém, os mecanismos de dominação midiáticos comprados pelo poder público ludibriam de tal forma, que deixam tod@s cegos e surdos.

Temos certeza que a maioria das pessoas ao ver essa pichação, irá encará-la como um ato de vandalismo, porque é isso que o poder instituído quer que as pessoas enxerguem; tornar a discussão de uma pichação em um “patrimônio público”, mais importante que a discussão das pessoas que serão removidas – cortina de fumaça – infelizmente, poucos hoje conseguem se desvencilhar deste discurso tacanho e construído para manutenção e controle social. Tipo; não aceito tal coisa, porque é vandalismo – mas, contra as remoções nem uma palavra, ou, a submissão de obedecer às determinações que são impostas.

Aos pichadores, estes subversivos, continuem críticos assim, esta arte que a tod@s espanta, está muito ligada à prática do conceito filosófico de Platão, onde o questionamento da realidade começa pelo espanto. A arte de vocês contribui muito pra isso. Para as pessoas refletirem e saírem da letargia.

As comunidades que serão removidas, força e solidariedade. Seguimos juntos!

No mais. Abram os olhos, ninguém irá abri-los por vocês!

Share