Congresso de municípios, a que se presta isso?!

texto: armando f. santos
legendas: SubComediante Marcos

(fotos: facebook da Associação Paulista de Municípios)

O caipira Renato Teixeira emprestando seu prestígio para promover a Associação Paulista de Municípios - uma entidade que usa nosso dinheiro pra fazer seus eventos particulares

O caipira Renato Teixeira emprestando seu prestígio para promover a Associação Paulista de Municípios – uma entidade que usa nosso dinheiro pra fazer seus eventos particulares

Qual a serventia e quem paga a conta desse tal congresso dos municípios de São Paulo, realizado em Santos, nesta semana que passou de 02 a 06 / 04 / 2013?

Quanto em dinheiro foi gasto para a realização desse “evento”, que a meu ver não passa de uma reunião ampliada de políticos profissionais?

Quem como eu tivesse a paciência de observar os que chegavam para o “evento”, iria constatar que ali não chegava povo, mas, sim, políticos com seus carrões de placas dos mais diferentes rincões do estado, além, dos carros com placas oficiais dos mais diferentes órgãos ou secretárias de estado, muitos somente com o motorista. Fora os veículos geralmente pretos de vidros escuros com suas placas, provavelmente de bronze, com o pomposo n° 001 e a inscrição nada simpática de PODER EXECUTIVO, lógico, nesses veículos deveriam estar chegando autoridades senhores prefeitos com suas senhoras primeira damas.

Quais foram as propostas discutidas e aceitas para que fossem resolvidos muitos problemas por que nosso povo passa? Acaso, falou-se em acabar com a corrupção que atinge muitas das prefeituras, talvez ate em algumas de prefeitos que por aqui estiveram?

Nestes anos todos, qual foi o progresso que as cidades obtiveram por patrocinar, diga-se pagar, uma enorme despesa para se realizar algo de uma inutilidade tamanha que ao final o muito que se ouviu foi reafirmações e promessas de se realizar obras pela undécima vez?

Fica aqui um protesto por quem a contragosto está pagando essa conta!

 

Tapinha no peito, o clichê da politicagem: Barbosinha, prefeito de Santos, e o pres. da APM, Celso Giglio, ex-prefeito de Osasco - e FICHA-SUJA - http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/10/justica-eleitoral-decreta-vitoria-de-candidato-do-pt-em-osasco.html

Tapinha no mamilo, o clichê da politicagem: Barbosinha, prefeito de Santos, e o pres. da APM, Celso Giglio, ex-prefeito de Osasco – e FICHA-SUJA – http://g1.globo.com/sao-paulo/eleicoes/2012/noticia/2012/10/justica-eleitoral-decreta-vitoria-de-candidato-do-pt-em-osasco.html

521889_441688855909046_1544009506_n

Aécio Neves (PSDB), senador por Minas Gerais, e o governador paulista Genocida Alckmin: o que um político mineiro tem a ver com um encontro sobre São Paulo?

Mercadante

Ministro da Educação, o santista Aloizio Mercadante (PT), falando, falando e não dizendo nada: a popular “média” com o Governo Federal

524577_441687752575823_2101803155_n

O ex-prefeito de São Paulo, Kassab, do PSD, o partido que é “nem de direita, nem de esquerda”, muito pelo contrário. Palestrou sobre o que? Como não se deve governar? Como conseguir uma boquinha nos governos? Como criar mais um partido de aluguel?

Share